"Não é possível refazer este país, democratiza-lo, humaniza-lo, torna-lo sério, com adolescentes bricando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se uma educação sozinha não transforma uma sociedade, sem ela a sociedade tão pouco muda." Paulo Freire

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Projeto: Nosso Corpo



Objetivos:
Identificar todas as partes do corpo; Conhecer as partes do corpo; Reconhecer os sentidos; Identificar e diferenciar as partes do próprio corpo com as partes do corpo dos amigos; Vestir-se e desvestir-se sozinha;

O professor deverá:
Estimular as crianças a: rolar, agarrar, sentar, engatinhar, andar em um pé só, andar sobre linhas .
Trabalhando assim atividades de Psicomotricidade;Estimular o raciocínio e a atenção; Estimular a Socialização Estimular as crianças a explorar todos os 5 sentidos de forma abrangente.

Culminância: Ginástica orientada com músicas; Montagem de um mural e de dois bonecões para brincar e enfeitar a sala de aula.

Na “rodinha”:
O professor deve conversar de forma informal sobre cada parte do corpo: boca, nariz, orelhas, braços, mãos, tronco, pernas, pés... Para que servem? – O professor deve provocar as crianças com esta pergunta para Cada parte do corpo que for citada.
Deixar que os alunos se expressem livremente, fazendo as devidas colocações e orientações. Ao fim da conversa sugerimos o trabalho com as músicas já bastante conhecidas em sala de aula, as quais as crianças adoram e encontram-se em um dos CDs que acompanha o presente projeto:


1 - Partes do Corpo:
Cabeça, ombro, joelho e pé.
Cabeça, ombro, joelho e pé.
Olhos, ouvidos, boca e nariz.
Cabeça, ombro, joelho e pé.
Cantar a música dramatizando-a; Pedir que as crianças mostrem as partes do corpo em si e nos amigos; Mostrar gravuras e pedir que indiquem as partes do corpo.


2 - Pop Pop:
Coloque a mão para frente,
Coloque a mão para o lado,
Coloque a mão para frente,
Balança ela agora
Eu danço pop pop
Eu danço pop pop
Eu danço pop pop
Assim é bem melhor!
(Repetir com todas as partes do corpo possíveis.). Cantar a música dramatizando-a.

3 - Remexo:
Ponha a mão na cabeça
Ponha a mão na cintura
Dá um abraço no corpo
Dá um abraço doçura
Sai sai sai Oh! Piaba Sai lá da lagoa.
Cantar a música dramatizando-a.

Relaxamento...

Aproveitar a excelente fase da cantora e apresentadora Xuxa e do estímulo que provoca nas crianças, concluir com o relaxamento da música: Feche os olhos – Do CD Xuxa só para baixinhos 1.

Brincar com o corpo e com os sentidos...

O professor deve propiciar atividades diversas de Psicomotricidade:

Pular em um pé som ao ritmo de uma música;Andar em cima de uma linha traçada no chão com uma bola na mão;Subir e descer escadas ao ouvir determinados sons; Engatinhar, saltar, com ritmo ou livremente; Virar cambalhota com auxílio do professor em um colchonete; Vestir e desvestir-se, com a roupa pedida, a cada ordem do professor; Dançar em diferentes ritmos;Pular entre bambolês; Imitar animais; Andar em curvas; Arremessar e agarrar bolas;Brincar de Chefinho mandou;Brincar de Morto-Vivo; Brincar de Estátua; Brincar de cabra-cega; E inúmeras outras atividades de acordo com a necessidade da turma, material disponível, tempo e desejo do professor...


Sugestões de Alguns Jogos de Trabalho com corpo e explorando os sentidos:

1-Caçador de tartarugas: Os jogadores dispersam-se pelo pátio: são as tartarugas. Ao sinal, o caçador sai correndo para pegar as tartarugas. Estas evitarão ser apanhadas deitando-se de costas, pernas e braços encolhidos, imitando tartaruga deitada de costas. Enquanto estiverem nesta posição, não poderão ser caçadas. O jogador que for apanhado será eliminado.


2 – Jogo das Cores:
Sentados em círculos, os alunos devem aguardar a indicação do professor. Ao indicar uma cor, exemplo: verde – Todos devem sair correndo e tocar em algo da cor indicada.


3 – Me dá um abraço:
Os alunos devem estar distantes um do outro. Ao sinal especificado: Três palminhas dadas pelo professor, por exemplo, todos devem correr e encontrar um amigo para abraçar.


4 - Lobos e Carneirinhos:
Formação: Traçar no chão duas linhas afastadas cerca de 20 metros uma da outra. As crianças são divididas em dois grupos: lobos e Carneirinhos. Cada grupo se coloca atrás de uma linha. O grupo dos lobos fica de costas para o grupo dos Carneirinhos. Desenvolvimento: Ao sinal do professor, os Carneirinhos saem a caminhar, o mais silenciosamente possível, em direção aos lobos. Quando estiverem bem próximo deles o professor diz: “Cuidado com os lobos”!Estes, então, voltam-se rapidamente em partem em perseguição aos Carneirinhos. Os Carneirinhos apanhados antes de alcançar a linha original (de onde vieram) passam a ser lobos. Na repetição da brincadeira invertem-se os papéis.

Sugestão: Antes de proporcionar essa brincadeira, é interessante que se explore o que se sabe e se discuta sobre esses animais: Como são? Quem já viu um carneirinho? Quem já viu um lobo? Onde? Quando? Se viu o que achou do animal? Vamos imitar um lobo? Vamos imitar um carneirinho? O professor deve explorar o tema de acordo com o interesse das crianças.

Fonte: http://paixaodeeducar.blig.ig.com.br/

Nenhum comentário: